Alimentação de qualidade nas escolas

Home/ Notícias

Em 03/09/2019

Por trás de refeições saborosas e nutritivas que encantam o paladar dos alunos, existe muito trabalho, pesquisa e empenho por parte de uma grande equipe. Nutricionistas e serventes da Prefeitura vivenciam um cotidiano de trabalho atento aos hábitos alimentares, à aceitação das preparações, às estações do ano, dentre outros aspectos responsáveis por garantir um cardápio escolar ideal para cada época. Mais de R$ 3 milhões são investidos, por ano, na merenda, sendo aproximadamente R$ 2 milhões da Prefeitura e cerca de R$ 1 milhão do Programa Nacional de Alimentação Escolar, do governo federal. Atualmente, são ofertadas 19 mil refeições por dia, o que corresponde a 3,3 milhões por ano.

Todos os dias, as sobras que ficam nos pratos dos estudantes são pesadas; essa rotina auxilia a identificar quais preparações fazem mais sucesso e quais precisam ser alteradas. O cardápio também costuma mudar para incluir os vegetais da safra, que são mais ricos em vitaminas e sais minerais, têm menos agrotóxicos, além de apresentarem melhor preço para o poder público.

A alimentação balanceada e rica em nutrientes é fundamental para o desenvolvimento de crianças e adolescentes na fase escolar. A ideia é contribuir para a formação de hábitos alimentares saudáveis. Nesse sentido, toda a equipe se envolve, tanto no que diz respeito às qualificações frequentes relacionadas à segurança alimentar, técnicas higiênico-sanitárias, quanto na garantia nutricional e no sabor das preparações.

Compartilhe

Notícias Relacionadas

Imagem de capa
Acelera vai potencializar a cultura do trabalho na juventude

/ Conecta

Programa será interdisciplinar para ajudar na formação da carreira dos jovens

Imagem de capa
Nova Lima é destaque na geração de empregos

/ Conecta

Dados do Caged mostram que a cidade apresenta saldo positivo de 2.580 vagas